Primeiro vamos entender o que são os minerais: 

Minerais são elementos inorgânicos que ocorrem na natureza de forma simples ou associados. Participam da formação (ação estrutural) e de inúmeras outras maneiras no funcionamento dos organismos vivos. 

Por não serem produzidos pelos seres vivos, precisam ser ingeridos. 

Em sua apresentação inorgânica, estão na natureza principalmente em forma de rochas e em suas formas orgânicas estão associados a algum tipo de cadeia carbônica (normalmente em pedaços de proteínas). 

Todos os minerais existentes já existem desde a criação do planeta, ou seja, não existe naturalmente novas formações de minerais; o que existe é reciclagem, ou novas mobilizações. 

Um mineral presente em um organismo vivo hoje, amanhã poderá estar presente no nosso organismo, caso nos alimentamos daquele organismo, assim como um mineral que está na natureza, poderá vir a participar de nosso organismo em algum tempo se o ingerirmos de forma direta ou indireta. 

O alimento é retrato do solo que o produziu, dessa forma, um alimento, mesmo que seja reconhecido pela ciência como rico em um determinado mineral, só será realmente rico naquele mineral se ele for produzido em um solo rico. No início da agricultura, até alguns anos atrás, os alimentos eram produzidos em terras de “cultura”. 

Terras de cultura são terras onde existe uma maior diversidade e melhor distribuição dos minerais e este tipo de solo tem capacidade de produzir alimentos mais ricos em minerais. 

Porém é importante considerar que sucessivas produções de alimentos em um mesmo local, vão tornando tais alimentos mais pobres em minerais a cada período de produção, uma vez eles não são produzidos e sim retirados. 

Por exemplo: numa área em que se planta batatas, a primeira safra será rica em minerais, sendo as safras subsequentes gradativamente, apresentando menor índice mineral na sua produção. Estudos mostram que os alimentos de origem animal podem estar empobrecidos se não houver a suplementação mineral dos animais em seu processo de produção. Além da situação já citada de produções sucessivas, temos que considerar que com o aumento da população do planeta, houve um aumento na demanda de alimentos, o que gerou a necessidade de se incorporar ao processo produtivo de alimento terras mais pobres. 

O Cerrado Brasileiro é um bom exemplo deste tipo de solo, nestas terras que originalmente não eram terras de cultura, se preocupou apenas com a aplicação de calcáreo para neutralizar a acidez e uso de fertilizantes à base de Nitrogênio, Fosforo e Potássio. Estes procedimentos devolvem à terra a capacidade de produzir, porém ali se produz alimentos mais pobres do aqueles produzidos em primeiras safras nas terras de cultura. 

Processos de Industrialização por comodidade e até por razões culturais, nos dias de hoje, as pessoas optam por alimentos processados ao invés de optarem por alimentos naturais ou integrais. O fato é que os alimentos industrializados tem menor valor nutricional do que os naturais e ou integrais. Nos diversos tipos de processamento, podem ser perdidos nutrientes, tornando o alimento em questão ainda mais pobre do que ele estava em seu estado natural. Um bom exemplo deste fato, é a industrialização de grãos. O arroz branco que encontramos na grande maioria das refeições é mais pobre em fibras, alguns minerais e algumas vitaminas do que o arroz integral. Interferência de outros nutrientes. 

Os minerais presentes nos alimentos podem também receber interferências diversas em seu potencial de absorção. Competição pelo mesmo sítio de absorção, dieta acidificante, uso excessivo de refrigerantes, consumo de álcool, consumo de tabaco, pH gástrico, uso de determinados medicamentos são exemplos destes processos redutores da capacidade de absorção.

 Por tanto, os alimentos que são consumidos, que  são fontes primárias de obtenção de     minerais, apresentam a mesma deficiência mineral do solo que os produziu. Isto significa que por melhor que seja a alimentação, todos estão submetidos a um desbalanceamento de minerais essenciais e um organismo sem plenitude de suas reações orgânicas em equilíbrio estará sempre debilitado e vulnerável a problemas de saúde, que vão desde os mais comuns como gripe, stress, dores no corpo, até mesmo os mais sérios e comprometedores.

0800 034 3831

34 9146-1719

© 2020 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS